Número de baleados em casa no Grande Rio aumentou 83% em 2019

Só no Morro da Coroa, 3 pessoas da mesma família foram baleadas em casa. 1 delas morreu

No primeiro semestre de 2019, a plataforma Fogo Cruzado registrou 27 casos de tiroteios/disparos de arma de fogo dentro de residências na Região Metropolitana do Rio. 59% a mais que o registrado no primeiro semestre de 2018, quando houve 17 casos.

Houve casos com mais de uma vítima, resultando em 34 mortos e 8 feridos por balas perdida em casa. Já no mesmo período de 2018, foram 15 mortos e 8 feridos, o que representa um aumento de 83% no número total de vítimas.

Dados da plataforma Fogo Cruzado sobre tiros em residências em 2019

Rafael estava em casa na tarde do dia 15 de junho quando levou um tiro no peito. Havia uma ação policial no Morro da Coroa, na região Central do Rio quando ele e mais duas pessoas da família foram baleados. Karla Luana Santos, de 38 anos, e Tadeu Santos, de 12 — irmã e sobrinho de Rafael – foram feridos e socorridos. Rafael já chegou morto ao hospital.

Apenas alguns minutos de distância do Morro da Coroa, o vizinho Morro do Fallet/Fogueteiro foi cenário do caso com maior número de mortos em uma residência – não só em 2019, mas nos últimos  12 anos. Operação policial no  dia 8 de fevereiro terminou com 13 mortos – 10 estavam dentro de uma mesma casa e outros 2 estavam dormindo dentro de outra residência quando foram atingidos.

Foto: PILAR OLIVARES / REUTERS – fonte: Jornal Extra
Foto: PILAR OLIVARES / REUTERS – fonte: Jornal Extra


Deixe um Comentário





dezenove − 13 =