Em média, 1 pessoa foi baleada a cada operação No mês de agosto, houve 112 pessoas baleadas em ações e operações policiais na Região Metropolitana do Rio de Janeiro, segundo registros do Instituto Fogo Cruzado. O número de atingidos nestas ocasiões superou a quantidade de tiroteios, que neste mês foram 93 em ações policiais. Um…

Leia Mais

Mês superou mais da metade do acumulado em 2021  Em julho deste ano, o Instituto Fogo Cruzado registrou 3 gestantes baleadas na Região Metropolitana do Recife. O número de vítimas já é quase a metade do acumulado desde que o Instituto começou a operar em Pernambuco, em abril de 2018. Ao todo, 8 gestantes foram…

Leia Mais

Relatório semestral mostra aumento desordenado de atingidos no Grande Recife 94% dos tiroteios no Grande Recife resultaram em mortos e/ou feridos Em meio à recomendações de isolamento social na pandemia, 15% dos baleados no Grande Recife foram atingidos dentro de casa Cresce assustadoramente o número de casos de violência armada em casa, neste primeiro semestre…

Leia Mais

Número de tiroteios e de baleados foi o menor do ano  A violência parece ter dado uma trégua no mês de junho na Região Metropolitana do Recife. O número de vítimas foi o menor registrado em 2021. Ao todo, em junho, o Instituto Fogo Cruzado mapeou 131 pessoas baleadas e identificou que houve queda  no…

Leia Mais

Mais da metade dos casos foram em favelas A violência foi uma inimiga constante dos moradores da periferia de Niterói no último mês de junho. A cidade conviveu com um aumento de 500% no número de tiroteios/disparos de arma de fogo em comparação ao mesmo mês no ano passado. O Instituto Fogo Cruzado contabilizou 30…

Leia Mais

Número mais do que dobrou em relação a maio de 2020. Todas as vítimas sobreviveram. Durante o mês de maio, transitar pela Região Metropolitana do Recife não foi tão seguro. O Instituto Fogo Cruzado registrou aumento de 125% no número de vítimas de bala perdida* no Grande Recife.  Ao todo, 9 pessoas foram baleadas quando…

Leia Mais

Bairro foi o mais afetado pela violência armada este mês “Tia, como a gente vai saber onde estão os tiros?”. Foi essa pergunta que uma criança fez à professora durante intenso tiroteio na Praça Seca, Zona Oeste do Rio, no último dia 19 de março. A Escola Municipal Sobral Pinto está localizada no Morro da…

Leia Mais