Mapa Recife

Região Metropolitana do Recife registrou mais de mil tiros em 2018

Em nove meses de funcionamento, o Laboratório de Dados sobre violência armada Fogo Cruzado registrou 1141 tiroteios/disparos de arma de fogo na Região Metropolitana do Recife, uma média de 4 ocorrências por dia, com um total de 846 mortes e 418 feridos – destes 06 mortos e 15 feridos eram agentes de segurança. O mês de novembro foi o mais violento da série, totalizando 143 tiroteios/disparos de arma de fogo que resultaram em 98 mortos e 59 feridos. Recife é a cidade com maior número de registros de tiroteios/disparos de arma de fogo (441), seguida por Jaboatão dos Guararapes (161) e Olinda (96).

Durante os nove primeiros meses de atuação, o Fogo Cruzado PE registrou 1141 notificações de tiroteios/disparos de arma de fogo na Região Metropolitana do Recife. Destes casos, 67,66% resultaram em vítimas fatais, 30,59% em pessoas feridas e somente em 8.06% das notificações não houve vítimas.

Entre abril e dezembro de 2018 o Datalab Fogo Cruzado, registrou 1141 tiroteios/disparos de arma de fogo na Região Metropolitana do Recife, resultando em 846 mortos e 418 feridos. Em 100 delas houve presença de agentes públicos de segurança[1].

[1] * Presença de Agentes: Situações em que são percebidas a presença de agentes de segurança durante o tiroteio/disparo. Exemplo: Operação,  Ação,  Assalto a agentes, etc.

A capital pernambucana liderou o ranking de municípios com maior número de notificações (441) com 283 mortos e 191 feridos. Em seguida estão os municípios de Jaboatão dos Guararapes, com 161 notificações (130 mortos e 45 feridos); Olinda, com 96 (61 mortos e 47 feridos) Cabo de Santo Agostinho, com 93 notificações (89 mortos e 21 feridos); e Igarassu, com 80 (com 55  mortos e 30 feridos).

Nestes nove meses de operação do Fogo Cruzado em PE, Novembro foi o mês com mais disparos de arma de fogo/tiroteios (143) e Julho foi o mês que registrou maior número de homicídios (114) na Região Metropolitana do Recife. Junho foi o mês com o maior registro de feridos (62).

Em nove meses, o Fogo Cruzado contabilizou 62 notificações de múltiplos homicídios na Região Metropolitana do Recife, com um total de 136 mortos e 23 feridos. Foram 52 casos de duplos homicídios, 08 triplos e 2 casos com 4 vítimas contabilizadas.

O bairro da COHAB do Recife registrou o maior número de tiros (39) nestes nove meses, e também o maior número de mortos (27).

O maior número de feridos (14) foi do Ibura, que está no segundo posto desta lista, com 31 notificações registradas, seguido de Piedade, com 23 notificações, Pina (22) e o Centro de Igarassu (21).

Entre abril e dezembro de 2018 o Fogo Cruzado contabilizou 800 homens mortos por disparos de arma de fogo, o que correspondente a 94,56% do total de mortes mapeadas. O mês de julho foi o mês com maior número de homens mortos (108). Nesses nove meses, 46 mulheres foram mortas por tiro na RMR, o que representa 5,44% do total de vítimas. O mês de agosto foi o mês com maior número de mulheres mortas por disparo de arma de fogo na RMR, com total de 10 vítimas. O Fogo Cruzado registrou 418 feridos por arma de fogo na Região Metropolitana do Recife.  Foram 377 homens feridos (90,19%), 40 mulheres feridas (9,57%) e 1 vítima não identificada (0,24%).

Em 9 meses de operação, o Fogo Cruzado registrou 50 adolescentes mortos, 33 adolescentes feridos e  4 crianças feridas.

Nos primeiros 9 meses de atuação do Fogo Cruzado em PE, foram registrados 94 casos de disparos de arma de fogo dentro das residências das vítimas. Destas ocorrências, 89 pessoas morreram e 22 ficaram feridas.

Segundo os dados do Fogo Cruzado, entre abril e dezembro de 2018, as Áreas Integradas de Segurança 8 (Paulista), 6 (Jaboatão dos Guararapes), e 3 (Boa Viagem) e 10 (Cabo de Santo Agostinho) concentraram mais da metade das notificações de disparos de arma de fogo (57%) com um total de 502 mortos e 212 feridos.

Deixe um Comentário





4 × 2 =