Ao todo, foram 346 vítimas de disparos de arma de fogo

Por: Carlos Nhanga e Kathleem Barbosa

No primeiro semestre de 2020, a plataforma Fogo Cruzado registrou 2.606 tiroteios/disparos de arma de fogo na Região Metropolitana do Rio. Ao todo, 1.040 pessoas foram baleadas – 518 delas morreram. 

Do total de tiros registrados (2.606), 483 (19%) aconteceram no Leste Metropolitano*. Durante esses tiroteios, 346 pessoas foram baleadas: 180 morreram e 166 ficaram feridas. Em 194 (40%) deles havia presença de agentes de segurança**. Os tiroteios com presença de agentes deixaram 243 baleados (105 mortos e 138 feridos), representando 70% dos baleados na região (346) . 

São Gonçalo foi o município que teve o maior número de tiroteios no Leste: 338 no total. Na sequência, ficaram Niterói (108), Itaboraí (22), Maricá (14) e Cachoeiras de Macacu (1). Entre os municípios com mais baleados na região, São Gonçalo concentrou 72% do total (346), com 249 baleados. Em seguida, ficaram Niterói (68), Itaboraí (16), Maricá (12) e Cachoeiras de Macacu (1).

Repetindo os tristes números de 2019, o Leste Metropolitano se manteve como a região mais letal para idosos***: só no primeiro semestre deste ano, 8 pessoas com mais de 60 anos foram mortas e 3 ficaram feridas. A região concentrou 79% dos idosos baleados em todo o Grande Rio, que totalizou 14 baleados (10 mortos e 4 feridos). 

Em 5 de janeiro, Lisete Pereira, de 78 anos, foi a primeira vítima idosa a ser baleada em 2020: Ela estava no quintal de casa, no bairro Arsenal, em São Gonçalo, quando foi atingida por uma bala perdida****. Ela chegou a ser socorrida, mas não resistiu.

Lisete Pereira, 78 anos, morta por bala perdida em São Gonçalo. Foto: Arquivo pessoal.

*Leste Metropolitano é composto por: Niterói, São Gonçalo, Itaboraí, Maricá, Rio Bonito, Cachoeira de Macacu e Tanguá, que fazem parte da Região Metropolitana do Rio juntamente com os 13 municípios que compõem a Baixada Fluminense e a cidade do Rio de Janeiro.

**Presença de agentes: Situações em que são percebidas a presença de agentes de segurança durante o tiroteio/disparo. Exemplo: Operação, Ação, Assalto a agentes etc.

*** Com idade a partir de 60 anos.

**** “Vítima de bala perdida: a pessoa que não tinha nenhuma participação ou influência sobre o evento no qual houve disparo de arma de fogo, sendo, no entanto, atingida por projétil (ISP).

Deixe um Comentário





dezessete + 14 =