Número de crianças mortas é 100% maior do que o do mesmo período em 2019

Por: Kathleem Barbosa e Mayara Mangifeste

Nos primeiros 6 meses de 2020, o Fogo Cruzado mapeou 17 crianças* e 24 adolescentes** baleados na Região Metropolitana do Rio. Destes, 6 crianças e 11 adolescentes morreram. O número de crianças baleadas neste período cresceu 70% em relação ao registrado no mesmo período de 2019, quando 10 crianças foram baleadas. Mas, o número de crianças mortas foi ainda maior: houve um aumento de 100% – este ano, 6 não resistiram aos tiros, já no mesmo período de 2019, foram 3

Em relação ao número de adolescentes baleados, houve uma queda de 48%: foram 24 este ano. Destes, 11 morreram. No ano passado foram 46 baleados, dos quais 19 ficaram feridos e 27 morreram.

No dia 18 de Maio de 2020, o adolescente João Pedro, de 14 anos, morreu após levar um tiro de fuzil nas costas enquanto brincava com seus primos na casa de sua tia, em São Gonçalo,na região Metropolitana do Rio. A perícia contou 72 marcas de tiros na casa onde João estava.

João Pedro, de 14 anos. Foto: Reprodução

No dia 7 de Junho, Enzo, de apenas 4 anos, foi morto após ser baleado na sua própria festa de aniversário, quando cantava “parabéns”. O caso aconteceu na rua Geraldo Anacleto, em Piabetá, na Baixada Fluminense. autor do crime foi preso em flagrante.

Enzo, de 4 anos, durante sua festa de aniversário. Foto: Reprodução

* Com idade inferior a 12 anos

** Com idade entre 12 anos e 18 anos incompletos

Deixe um Comentário





4 × 2 =