Oito cachorros foram baleados no primeiro semestre de 2019 no Grande Rio

Número é 60% maior do que o registrado durante todo o ano de 2018

Nos primeiros seis meses deste ano, a plataforma Fogo Cruzado registrou 8 cachorros baleados na região metropolitana do Rio de Janeiro, 6 deles morreram. O número de baleados representa um aumento de 60% em relação a todo o ano de 2018, quando 5 cachorros foram baleados – e nenhum deles morreu. 

Dos 8 cachorros baleados neste primeiro semestre, a Baixada Fluminense e o município do Rio empataram nos números de registros, com 4 animais cada. Na Baixada, foram 2 baleados – 1 deles morreu –  em Nova Iguaçu e 2 mortos em Japeri. Na capital, foram 2 mortos no Complexo da Penha, zona norte; 1 morto em Copacabana, zona sul e 1 ferido na Vila Aliança, zona oeste. 

O caso mais emblemático foi o do cachorro Hapollo, baleado durante tentativa de assalto, quando estava no colo do dono, em Nova Iguaçu, no dia 18 de janeiro. Hapollo chegou a ser socorrido e operado, mas não resistiu e morreu dois dias após ser ferido. 

               Cachorro Hapollo, baleado em Nova Iguaçu, após a operação – Reprodução/Destaque da Baixada

         

Deixe um Comentário





onze − 1 =