Mapa Rio de Janeiro

3 meses de intervenção federal no Rio de Janeiro

 

Hoje a intervenção no Rio de Janeiro completa 3 meses. De acordo com o laboratório de dados Fogo Cruzado, no período de 16 de fevereiro a 15 de maio, houve 2309 tiroteios/disparos de arma de fogo na região metropolitana do Rio de Janeiro. O município do Rio registrou a maior incidência de violência armada, com 1387 notificações.

Hoje a intervenção no Rio de Janeiro completa 3 meses. De acordo com o laboratório de dados Fogo Cruzado, no período de 16 de fevereiro a 15 de maio, houve 2309 tiroteios/disparos de arma de fogo na região metropolitana do Rio de Janeiro. Dentre os bairros da região metropolitana que registraram mais notificações, estão Praça Seca (100), Cidade de Deus e Rocinha (68) e Complexo do Alemão (65).

Hoje a intervenção no Rio de Janeiro completa 3 meses. De acordo com o laboratório de dados Fogo Cruzado, no período de 16 de fevereiro a 15 de maio, houve 2309 tiroteios/disparos de arma de fogo na região metropolitana do Rio de Janeiro. Dentre os bairros da capital que registraram mais notificações, estão Praça Seca (100), Cidade de Deus e Rocinha (68) e Complexo do Alemão (65).

 

Hoje a intervenção no Rio de Janeiro completa 3 meses. De acordo com o laboratório de dados Fogo Cruzado, no período de 16 de fevereiro a 15 de maio, houve 538 tiroteios/disparos de arma de fogo em áreas com UPPs, com 44 vítimas fatais e 44 feridos. Nestas ocasiões foi registrada a presença de agentes públicos de segurança* 77 vezes. A Cidade de Deus foi a “campeã” em tiros: 71, seguida da Rocinha (70) e Complexo do Alemão (68).

Hoje a intervenção no Rio de Janeiro completa 3 meses. De acordo com o laboratório de dados Fogo Cruzado, houve 1842 tiroteios ou disparos de arma de fogo na Região Metropolitana nos 3 meses que antecederam a Intervenção e 2309 depois de decretada a medida. O número de mortos aumentou (390 para 393), mas o número de feridos caiu (377 para 302).

Hoje a intervenção no Rio de Janeiro completa 3 meses. De acordo com o laboratório de dados Fogo Cruzado, houve 1842 tiroteios ou disparos de arma de fogo na Região Metropolitana nos 3 meses que antecederam a Intervenção e 2309 depois de decretada a medida.

A Praça Seca foi o bairro que mais registrou tiroteios/disparos de arma de fogo (100), seguido de Cidade de Deus (68), Rocinha (68), Complexo do Alemão (65) e Vila Kennedy (63).

Houve 506 tiroteios/disparos de arma de fogo nas áreas com UPP nos 3 meses que antecederam a intervenção e 538 depois de decretada a medida.

 

 

 

Deixe um Comentário





treze + 16 =

Copy link
Powered by Social Snap