Região Metropolitana teve uma média de 6 pessoas baleadas a cada 24 horas Dados do relatório mensal do Fogo Cruzado mostram que janeiro e fevereiro de 2022 formaram o primeiro bimestre de ano mais violento no Grande Recife, desde que o instituto começou a mapear anualmente a região, em 2019 – o monitoramento do Fogo…

Leia Mais

Número de agentes baleados subiu de 2 para 7 no mês Sete agentes de segurança foram baleados na Região Metropolitana do Recife em fevereiro, segundo dados do relatório mensal do Instituto Fogo Cruzado: destes, quatro foram mortos e três ficaram feridos. Na média, é como se um agente fosse baleado a cada quatro dias. Comparado…

Leia Mais

Psicólogo e técnico do Gajop, Romero Silva avalia que falta de políticas públicas de proteção e acesso facilitado às armas têm ceifado a vida de crianças e adolescentes da região Seja nas ruas do Centro da velha capital, seja em bairros e favelas de outras cidades do entorno, na Região Metropolitana do Recife não há…

Leia Mais

Pesquisadora Suellen Guariento avalia que polícias fluminenses parecem agir com mais ‘liberdade’ nas cidades da região, que não dispõem da mesma atenção da capital A mídia noticiou, a população se revoltou e organizações internacionais cobraram explicações sobre o episódio da Chacina do Salgueiro, em São Gonçalo, quando nove pessoas foram mortas após uma operação da…

Leia Mais

Policial civil e especialista em segurança pública, Rafael Cavalcanti avalia que despreparo das instituições alimentam a vitimização dos agentes de segurança  Delegacias mal equipadas, policiais sobrecarregados, sem o devido acompanhamento psicológico e sem treinamento. Na Região Metropolitana do Recife, os problemas na segurança pública não afetam somente a população, mas também a vida dos agentes…

Leia Mais

Cenário é ainda pior quando a sociedade civil é escanteada da formulação de políticas de segurança pública Por Alexandra Montgomery* – Publicado originalmente por JOTA, em 07/02/2022 O Rio de Janeiro enfrenta um problema estrutural de violência e criminalidade, mantido e potencializado há décadas pela ação – e falta de ação – do Estado. Além…

Leia Mais

Por Cecília Olliveira* – Publicado originalmente no Fonte Segura, em 27/01/2022 É preciso ir direto ao ponto: o número de mortes por armas de fogo está aumentando ano após ano na Região Metropolitana do Recife. Nem mesmo a pandemia, que esvaziou as ruas, foi capaz de conter esse crescimento. Aliás, a violência armada no Grande…

Leia Mais

Por: Maria Isabel Couto e Bruno Langeani – publicado anteriormente por O Globo, em 03/02/2022 Em um único assalto, ocorrido nos primeiros dias de 2022, um colecionador do município de Oswaldo Cruz (SP) perdeu uma quantidade de armas de fogo que os policiais da cidade levaram mais de cinco anos para tirar das ruas. Foram…

Leia Mais