*Dados parciais até as 9h de 15 de junho de 2018.

A intervenção no Rio de Janeiro completou 4 meses. De acordo com o laboratório de dados Fogo Cruzado, houve 1903 tiroteios ou disparos de arma de fogo na capital do Rio nos 4 meses após a intervenção. Os bairros da capital com mais notificações foram Praça Seca (138), Cidade de Deus (89) e Vila kennedy (87).

A intervenção no Rio de janeiro completou 4 meses. De acordo com o laboratório de dados Fogo Cruzado, comparando os 4 meses anteriores e posteriores a intervenção, Praça Seca, Cidade de Deus e Vila Kennedy foram os bairros da região metropolitana mais atingidos pela violência armada pós intervenção. Antes disso, Cidade de Deus, Rocinha e Vila Kennedy figuravam como os mais afetados. Houve 3210 tiroteios/disparos de arma de fogo na região metropolitana neste período em 2018.

A intervenção no Rio de janeiro completou 4 meses. De acordo com o laboratório de dados Fogo Cruzado, comparando os 4 meses de 2017 com 2018, Praça Seca, Cidade de Deus e Vila Kennedy foram os bairros da região metropolitana mais atingidos pela violência armada pós intervenção. Antes disso, Cidade de Deus, Rocinha e Vila Kennedy figuravam como os mais afetados. Houve 3210 tiroteios/disparos de arma de fogo em 2018 e 1817 em 2017 no mesmo período.

A intervenção no Rio de Janeiro completou 4 meses. De acordo com o laboratório de dados Fogo Cruzado, houve 3210 tiroteios ou disparos de arma de fogo na Região Metropolitana nos 4 meses após a intervenção. Os bairros da Região Metropolitana com mais notificações foram Praça Seca (138), Cidade de Deus (89) e Vila kennedy (87).

 

A intervenção no Rio de janeiro completou 4 meses. De acordo com o laboratório de dados Fogo Cruzado, comparando os 4 meses anteriores e posteriores a intervenção, o município do Rio de Janeiro passou de 1410 para 1903 tiroteios/disparos de arma de fogo, um aumento de 35%.

 

A intervenção no Rio de Janeiro completou 4 meses. De acordo com o laboratório de dados Fogo Cruzado, houve 3210 tiroteios ou disparos de arma de fogo na Região Metropolitana nos 4 meses após a intervenção. O Rio de Janeiro, município com mais registros, teve 1903 notificações.

A intervenção no Rio de Janeiro completou 4 meses. De acordo com o laboratório de dados Fogo Cruzado, houve 3210 tiroteios ou disparos de arma de fogo na Região Metropolitana nos 4 meses após a intervenção. Destes, 735 ocorreram em áreas com UPP. As UPPS que mais registraram tiros foram Cidade de Deus (94), Vila Kennedy (87) e Complexo do Alemão (86).

A intervenção no Rio de janeiro completou 4 meses. De acordo com o laboratório de dados Fogo Cruzado, comparando os 4 meses de intervenção em 2018 com o mesmo período em 2017, houve um aumento 20% em tiroteios/disparos de arma de fogo em áreas com UPP.

A intervenção no Rio de Janeiro completou 4 meses. De acordo com o laboratório de dados Fogo Cruzado, 35 pessoas foram vítimas de bala perdida na região metropolitana do Rio neste período; 7 delas morreram.

A intervenção no Rio de Janeiro completou 4 meses. De acordo com o laboratório de dados Fogo Cruzado, houve 23 tiroteios/disparos de arma de fogo que acabaram com 3 civis mortos ou mais. No total, 96 pessoas foram mortas.

A intervenção no Rio de Janeiro completou 4 meses. De acordo com o laboratório de dados Fogo Cruzado, 11 crianças foram baleadas durante este período; 3 delas morreram.